Livros | Fã de Terror? Confira algumas obras imperdíveis de Stephen King

Escritor americano é aclamado como o mestre do horror moderno

Poucas pessoas sabem assustar como Stephen King. O autor de 70 anos já vendeu mais de 350 milhões de livros ao redor do mundo, emprestando sua influência a grandes fenômenos pop dos últimos anos, desde “Carrie, a Estranha” até a super cultuada “Stranger Things” – que embora não seja uma adaptação direta, transborda de referências às obras do mestre do horror.

Para você que também é apaixonado pelo gênero do terror, separamos algumas obras imperdíveis de King que você precisa conferir. Sucessos de público e crítica, estes livros marcaram gerações e influenciaram os autores de horror, da Literatura ao Cinema.

Confira nossa lista abaixo:

1. “It – A Coisa” (1986)

Talvez o mais famoso livro de Stephen King, “It” conta a história de 7 pessoas na fictícia cidade de Derry, Maine. Quando crianças, o grupo de “losers” descobriu uma terrível criatura metamorfa, que assumia a forma de um palhaço para atrair e devorar crianças. Quase 30 anos depois, os amigos se reuniram para retornar à cidade e enfrentar, de uma vez por todas, o palhaço assassino. A linha temporal de “It” não é linear, e King se apropria de flashbacks para revelar, aos poucos, segredos terríveis que chegam a dar calafrios (o que revela uma pegada diferente e mais misteriosa que aquela vista nas adaptações cinematográficas da obra). Explorando elementos como o racismo, o preconceito, as culpas da infância e a nostalgia dos anos 80, “It” é um divisor de águas no gênero do terror.

2. “A Dança da Morte” (1978)

Aclamado por muitos como o melhor livro de Stephen King, “Dança da Morte” vicia desde a primeira página. A história se passa no fim dos anos 1980, quando um segurança imprudente acaba deixando escapar do Centro de Epidemias de Atlanta um vírus letal que rapidamente dizima 99% da população mundial. A trama é dividida em três partes: a destruição do mundo, a conseqüente tentativa de sua reconstrução e uma épica batalha final entre as forças do bem e do mal. O vilão, Randall Flagg, o “Homem de Preto” (que também apareceu em “A Torre Negra” e em outros livros de King), faz jus à posição de um dos maiores antagonistas de todos os tempos, e não seria exagero colocá-lo ao lado de Darth Vader e Voldemort. Icônico e incrível, “A Dança da Morte” é sem dúvidas um clássico imperdível, e uma das obras pós-apocalípticas mais aterrorizantes das últimas décadas.

3. “Carrie” (1974)

O primeiro livro de Stephen King quase nunca saiu do papel. O autor já havia desistido do projeto quando sua esposa, Tabitha, tirou o manuscrito da lata de lixo e convenceu o marido a tentar publicá-lo. Nascia, ali, uma das mais icônicas obras de terror, que contava a história de uma adolescente problemática, perseguida por alunos e professores, pressionada pela mãe ultra-religiosa, que no despertar de sua puberdade descobre ser possuidora de poderes telecinéticos. Com temas bastante atuais – como o bullying, o fanatismo religioso e a intolerância -, a história da estranha Carrie e de sua vingança contra a sociedade é uma leitura obrigatória para os amantes do terror clássico.

4. O Iluminado (1977)

Um dos maiores clássicos da Literatura, popularizado nos cinemas pelo gênio de Stanley Kubrick e Jack Nicholson“O Iluminado” conta a história de Jack Torrance, um aspirante a escritor que se muda com sua família para o Colorado para trabalhar em um pequeno hotel. Porém, quando seu filho Danny começa a desvendar o terrível passado que cerca o estabelecimento, Jack se vê no meio de forças sobrenaturais que afetam sua sanidade, colocando sua família em risco. Aterrorizante e incrivelmente escrito, o livro é, sem dúvida, um dos maiores influenciadores do Horror moderno, responsável por grandes marcos na cultura pop dos anos 1980.

VEJA TAMBÉM:

Comente Aqui!