Dicas| Livros para quem ama “Harry Potter”

Separamos algumas sugestões para os fãs do bruxinho de J. K. Rowling

Depois de nosso texto sobre as sagas mais amadas – saiba mais aqui –, é hora de indicarmos algumas leituras para quem gostou de determinado livro de sucesso. Todos os meses, iremos sugerir pelo menos três obras menos conhecidas que, de uma forma ou de outra, se assemelham bastante com as sagas de sucesso que você tanto ama!

E para iniciar nossa série, nada melhor que começarmos com ”Harry Potter”! O mundo todo foi conquistado pelas aventuras do bruxo e de seus amigos, e houve uma geração que presenciou esse fenômeno “ao vivo”. Para você que amou a saga, separamos três indicações que têm tudo a ver com a obra de J. K. Rowling – e que também vão te conquistar. Confira:

Cinda Willians Chima.

1As Crônicas do Herdeiro

Assim como em Harry Potter, “As Crônicas do Herdeiro” também apresentam um mundo escondido aos nossos olhos – não de bruxos, mas de guerreiros, magos, adivinhos, encantadores e feiticeiros. Ao longo dos cinco livros da saga, a escritora Cinda Willians Chima constrói sua história em torno de Jack Swift, um garoto de 16 anos que, ao esquecer de tomar seu remédio diário, acaba despertando poderes desconhecidos. Assim como o bruxinho de Rowling, o nosso herói é um jovem que veremos crescer a cada livro da saga, em uma clássica “jornada do herói” sem clichês.

Outra semelhança está na abordagem da amizade – principalmente através da amável tia Linda e dos leais amigos Will Childers e Harmon Fitch –, mas em um mundo muito mais impetuoso que o de Hogwarts. Jack, como o “herdeiro guerreiro”, precisa enfrentar seus desafios; e ao mesmo tempo em que fará de tudo para não morrer, tentará não se tornar uma arma sem coração para os terríveis magos. Essas e outras semelhanças serão um prato cheio para os fãs do bruxo mais famoso do mundo.

Rick Riordan, autor de “Magnus Chase” e da saga de “Percy Jackson”.

2Magnus Chase e os Deuses de Asgard

Rick Riordan se tornou um ícone na literatura fantástica com “Percy Jackson”, mas essa indicação vai para outra saga do autor: “Magnus Chase e os Deuses de Asgard”. Em mais uma jornada do herói nada convencional, o protagonista Magnus Chase inicia sua história morrendo. Não, você não leu errado: o jovem morreu; mas, por ser descendente de Frey (o deus da prosperidade na mitologia nórdica), ele passa a ser um semideus e a viver nos salões de Asgard.

A partir daí começam suas aventuras; e, assim como Harry quer evitar o colapso do mundo dos bruxos, Magnus precisa impedir o colapso do mundo na mitologia nórdica – o conhecido Ragnarok. As semelhanças não param por aí: o semideus tem sua própria “Hermione”, que na história é Samirah Al Abbas, a Valquíria que o recruta após a morte. Muito bem construída, a personagem insere na história perspicácia e inteligência, além de uma narrativa secundária gerada pelo fato de Abbas ser descendente de Loki, o deus da trapaça, que também é o grande vilão da série. Uma especialidade de ambas as narrativas é mergulhar nos passados de personagens tão bem construídos e nada rasos. O escape cômico e o tema da lealdade, presentes em Harry Potter, também marcam a obra, e ficam por conta dos personagens Blitzen e Hearthstone. A saga é imperdível para qualquer fã de J. K. Rowling.

Elenco de “Harry Potter e a Criança Amaldiçoada”.

3Harry Potter e a Criança Amaldiçoada

A última indicação, e a mais nostálgica de todas, é a “continuação” dos sete livros de J. K. Rowling: “Harry Potter e a Criança Amaldiçoada”. O livro é o roteiro da peça homônima idealizada pela autora, juntamente com Jack Thorne e John Tiffany. Embora divida opiniões pela construção dramática (escrita como uma peça teatral), é inegável que a obra será emocionante para qualquer leitor que tenha acompanhado a saga do bruxo.

A história se passa dezenove anos depois dos eventos de “Harry Potter e as Relíquias da Morte”, quando Harry já era um ministro da magia, casado com Gina e pai de três filhos. A trama gira em torno dos antigos personagens e do ingresso de seus respectivos filhos em Hogwarts. Como se trata de um roteiro, você não irá encontrar o ritmo e a riqueza de detalhes dos livros anteriores, uma vez que boa parte da dramaticidade e da emoção são transmitidas pela performance dos atores e pelos cenários em uma peça. Mesmo assim, a leitura continua sendo uma experiência singular para os fãs, que irão reencontrar seus personagens e descobrir onde eles chegaram. Leitura obrigatória para os fãs da saga, “Harry Potter e a Criança Amaldiçoada” será um lembrete de que ainda existem aventuras e caminhos a serem desbravados no fantástico universo de Rowling.

Comente Aqui!